terça-feira, 6 de maio de 2008

Não tente me entender

Meus desejos são somente pensamentos de uma criança indecisa.Não sei exatamente o que eu desejo, somente sei que o desejo.
Mas, nesse caso, tento encontrar um pedido lúcido dentro de mim, mas o que encontro é somente tristeza.
Tristeza que até parece não der definição, mas ela existe, só tenho que encontrar a razão.
No momento, meu coração está dividido em várias partes, mas uma me intriga: os meus desejos.
Desejos que brotam em meu coração e chagam até minha mente, mas eu não sei o que eles querem dizer.
Será que são desejos bons? Não sei... Não sei se meus desejos são egoístas, não sei o caminho que eles seguem, somente sei que são exclusivos de minha pessoa.
Não sei meus desejos me farão bem, mas não posso fugir deles.
Tento compará-los a algo que já existe, assim poderei compreendê-los, mas como o farei sem antes compreender a mim mesma?
Como poderei correr em direção oposta de meus desejos?
Uma coisa eu não nego: os desejos fazem parte de mim... Mas minha crise de identidade fala mais alto no momento, o que me resta agora é chorar.
Derramar lágrimas negras que percorrem meu rosto em busca de um lugar mais feliz que meus olhos, em busca de algum lugar onde haja esperança.
Elas fogem de dentro de mim e não posso controlá-las, talvez tenham vida própria.
Talvez sejam meus desejos em forma concreta, onde consigo interpretá-las como dor.
Chego à conclusão de que meus desejos somente me causarão dor, mas uma dor inevitável...Talvez uma dor que eu procuro para tentar esconder minha infelicidade.
A dor que esconde minha verdadeira face , causando esta minha crise de identidade contínua...

2 comentários:

Beto Avlis disse...

desejos.. desejos e + desejos.
adorei o texto um pouko realista d++ naum axa?
mas um dia todo mundo consegue o ki ker o ki realmente deseja.
-adorei o blog .. claro ki vou passar aqui mais e mais vezes.!

Elton D'Souza disse...

Nem sempre podemos entender nossos desejos, e isso nos deixa tristes e confusos. Mas não tente lutar contra eles, tente desejar algo diferente e não renega-los, pois eles compõe vc e devem ser respeitados.

Cem Anos de Solidão